Instituto Superior Politécnico de Manlanje

Histórias e Simbolos

HISTÓRIA 

O Instituto Superior Politécnico de Malanje (ISPM) surge com o redimensionamento do subsistema de ensino superior público, que extingue o monopólio da Universidade Agostinho Neto e cria sete (07) novas regiões académicas, pelo Decreto 07/09. Não obstante esta criação de jus, o seu arranque formal só veio a acontecer em 2014, tendo sido precedido da nomeação do corpo directivo por sua Excelência Ministro do Ensino Superior, aos 07 de Março de 2013 e publicado em Diário da República Iª Série, nº 86 de 10 de Maio do mesmo ano.

Iniciou as suas actividades com dois cursosde licenciatura, sendo o de Enfermagem com estudantes que concluíram o terceiro ano na Faculdade de Medicina da Universidade LuejiA´NKonde e o de Ciências Farmacêuticas de raiz, ambos os cursos o corpo docente é assegurado pela cooperação cubana, via ANTEX. Em 2015, abriu o curso de licenciatura em Psicologia Clínica, aprovado pelo Decreto Executivo 330/16 de 26 de Julho, assegurado integralmente por docentes nacionais. O ISPM funciona em instalações do Ministério da Educação (antigo Liceu de Malanje), partilhando o mesmo espaço com a Faculdade de Medicina da Universidade LuejiA´NKonde.Seu Estatuto Orgânico foi aprovado pelo Decreto 25/16 de 18 de Janeiro, do Conselho de Ministros da República Angola.

 

 SÍMBOLOS

O ISPM possui símbolos, insígnia e cores próprias, aprovados pela Assembleia da Instituição sob proposta do Director Geral.

Os símbolos da Instituição estão contidos essencialmente na insígnia que sintetiza todos os conceitos requeridos numa forma dinâmica que centra o mundo da saúde, da humanização e do ensino-pesquisa, pautados na transmissão do conhecimento de forma sábia.



LIVRO: simboliza a busca permanente pelo conhecimento científico.

SERPENTE enrolada no BASTÃO: de coerência histórica e tradição, a serpente e o bastão são símbolo do esculápio (em latim: Aesculapius), deus romano da medicina e da arte de curar na Grécia antiga. A serpente representa ainda prudência, vigilância, sabedoria, vitalidade, poder de regeneração e preservação da saúde, ciência, e transmissão do conhecimento transmitido de forma sábia.

COR BRANCA: representa a pureza, sinceridade e verdade. Por repelir energias negativas e elevar as vibrações espirituais, o branco equilibra a aura e facilita o contacto com os guias espirituais, promovendo o equilíbrio interior e a sensação de protecção, tão necessária nos profissionais da saúde.

COR AZUL: (azure ou blau na arte heráldica) de coerência histórica e tradição, a cor azul simboliza os ideais de justiça, verdade, fraternidade, zelo, lealdade, caridade, beleza e boa reputação.

azul escuro, é a cor do bem-estar e do raciocínio lógico. É a única que tem o poder de desintegrar energias negativas, favorecendo a paciência, a amabilidade e a serenidade.

O azul Claro é a cor do céu iluminado, das alturas, do espírito e do pensamento. Simboliza a lealdade, a fidelidade, a personalidade e subtileza. representa também o ideal e o sonho de cada profissional da saúde.

Nullam cura et salva : esta é uma expressão latina que traduzida para o português significa Aprender, curar e salvar. Expressa o objectivo primordial de cada profissional da saúde.

Ultima actualização: 2017-12-21 09:16:19